Beleza exterior

Posts Tagged ‘Urban Decay

Mais uma maquiagem feita rapidissimamente com a paleta Naked, da Urban Decay. (Prometo que vou tentar ficar sem falar dela até o ano que vem, tá? Hahahaha) O bom desse look é que é muito fácil de copiar com quaisquer outras sombras (tem um duo da Vult que super rola, de rosa/roxo), além de ser prático, básico e ao mesmo tempo colorido. Nossa, quantas vantagens, não?

Usei essa make durante o dia, mas ela pode ser adaptada e, se você é discretinha, usada em eventos sociais de fim de ano, tipo aquela festinha da firrrrma, sabe?

  1. Paleta Naked, Urban Decay. Cores marcadas (1-pálpebra; 2-côncavo; 3-arco e canto interno)
  2. Studio Fix, M.A.C
  3. Corretivo Studio Sculpt, M.A.C
  4. Blush Fleur Power, M.A.C
  5. Batom Prolongwear Love Forever, M.A.C
  6. Rímel Colossal, Maybeline
  7. Pincéis M.A.C: 239 e 224

Fala sério, é pouca coisa, né? Dá pra fazer em 10 minutos – e com quaisquer cores, também, no mesmo esquema (cor clara na pálpebra, mais escura no côncavo, iluminadora no arco). Tentem e me contem o resultado?

Anúncios

No começo, eu nem ia fazer resenha dessa paleta de sombras, apesar de ela ser uma das minhas atuais obsessões de maquiagens. Não ia fazer por dois motivos: 1-achei que ela era edição limitada; 2-não vende no Brasil.

Bom, ela continua não vendendo no Brasil (hahahaha, oi, isso não posso resolver, desculpa), mas descobri dia desses, não lembro onde, que não é edição limitada. Só é difícil de achar e vive esgotada. Mas a Urban Decay repõe o estoque dela. O aviso no site da Sephora, por exemplo, diz que é um item com “demanda incomumente alta”. Mas se você ficar atrás, dá pra achar (foi o que eu e as fofas da Cherrie Cosmetics fizemos!)


Por que eu quero falar dessa paleta então, se ela é tão difícil de achar? Porque ela é simplesmente ma-ra-vi-lho-sa. Assim, sem exagero, as sombras da Urban Decay são as melhores que eu já usei. Melhores que M.A.C. Melhores que Chanel. Melhores que Lâncome.

Então, a Naked Palette tem 12 tons neutros, que vão desde o bege até o azul-petróleo (que daí já não é tão neutro, serve super pra um smoky eye!), passando por marrons, dourados e rosados. Além disso, vem com um mini Primer Potion e um lápis 24/7 Glided-On Eye Pencil, nas cores Zero (preto) e Whisky (marrom). Tudo isso por módicos (not) US$44. Ou, no meu caso, R$160,00 (ouch!).

As sombras são muuuito pigmentadas. Esses swatches aí em cima foram feitos tipo com uma passada, praticamente, e estão fiéis. E a seleção de cores é campeã: abrange desde looks totalmente neutros, tipo pra trabalhar, até looks para a balada, mais escuros e dramáticos. E além de pigmentadas, elas são bastante macias, logo, fáceis de esfumar.

Acho que essa paleta é um bom investimento tanto para quem está começando no mundo da maquiagem quanto para quem já tem outros produtos (oi!). Serve também para as básicas e para as que gostam de ousar. Ou seja: coringa.

Se vocês quiserem tentar, vale tentar encomendar com as meninas da Cherrie ou algumas das outras que viajam por aí e aceitam encomendas (Fricotes e Detalhes, Fashion Import e quetais).

Eba, finalmente mais um tutorial pra vocês se divertirem quando quiserem um make de balada bem colorido. Porque com esse de hoje nem eu saio de dia, tá. Ele é bem chamativo, mas é maravilhoso.

Como sempre, eu usei várias sombras diferentes, de várias marcas diferentes também, mas você não precisa e nem deve se apegar a isso. Olha quais são os tons, vê na sua gavetinha ou passa na farmácia ou na perfumaria ou caça na internet e copia mesmo. Para os pincéis (os meus são M.A.C.) vale a mesmíssima coisa: adapte o que você tem aí (desde que não seja aquela esponjinha uó!).

E também sempre vale lembrar que se você não entender o que eu tô falando aqui no meio, a gente tem um dicionário maravilhoso (hahahahaha).

A estrela desse tutorial é o pigmento Teal, da M.A.C. Então, uma dica antes de mais nada: pigmentos e sombras soltas fazem sujeira. Então, você pode deixar pra fazer a pele depois ou colocar sempre um lencinho de papel abaixo do olho na hora de aplicar. Ou as duas coisas, hahahaha. Eu também já começo o make com primer (Urban Decay Primer Potion) na pálpebra – nesse caso, só para fixar melhor, porque a cor já é bem intensa. Vamos lá:

Começamos passando esse verde maravilhoso (pigmento Teal, da M.A.C.), com o pincel 252, de cerdas sintéticas, em toda a pálpebra móvel.

Depois, vamos usar o pincel 266, para passar a sombra Creep, um azul escuro com fundo grafite (?), da paleta Naked, da Urban Decay (vai ter post sobre ela, porque é maravilhosa!), no canto externo e côncavo. Nesse passo pode deixar marcado, não se preocupe com perfeição…

… Porque agora a gente vai pegar um pincel mais gordinho e fofinho (aqui, o 224), pra esfumar tuuuudo. Pode esfumar bastante, com vontade. Se achar que ficou sem cor, repete o passo anterior e esfuma de novo!

Hora do preto! Vamos usar um pincel tipo lápis (219) para passar sombra preta opaca (Carbon, M.A.C.) no “v” do canto externo, só pra dar uma profundidade bacana.

Pra iluminar, sombra um tom mais clara que sua pele (Virgin, Urban Decay), também opaca, no osso da sobrancelha e cantinho interno do olho (usei o pincel 275, mas só porque era o que estava limpo, pode usar qualquer um! Hahahaha)

Pra finalizar, curvex (Shu Uemura), lápis azul-marinho (Maybelline Liner Express) rente aos cílios inferiores e cantinho externo dos superiores e rímel (DiorShow Iconic). E pronto! (não reparem no borrãozinho de rímel no cantinho. Ops)

Make completa: a pele foi feita com base Teint Resist, Yves Saint-Laurent; pó Mineralize Skinfinish Natural, M.A.C., corretivo Studio Sculpt, M.A.C.,; blush Orgasm, Nars; iluminador Belightful, M.A.C. O batom é o Myth, da M.A.C.

E aí, meninas, gostaram? Será que dá pra se arriscar?

Esse post é sobre um tipo de assunto bem popular pelos blogs afora, que é: o que tem dentro da sua (no caso, minha) nécessaire. Eu particularmente acho divertido esse tipo de post porque primeiro, alimenta o voyeurismo inocente nosso de cada dia; segundo, os produtos podem servir como dica; e terceiro, de uma certa forma, o que a gente carrega reflete nossa personalidade, né? Se você é mais básica carrega menos produtos, se é mais baladeira, talvez tenha uma sombra preta ou um glitter, se é mais extrovertida, um batom forte, e por aí vai…

Então, vamos lá, ver o que eu carrego na minha necéssaire enorme (que fica dentro de uma bolsa mais enorme ainda!)

Antes de mais nada: essa nécessaire tchutchuca é La Reina Madre, a marca de bolsas mais maravilhosa do país. (momento propaganda on, mas me deixa, eu amo essas bolsas, gente, compro lá há anos e anos, vai lá, vai lá.)

Eu me maquio em carros, táxis, ônibus, metrôs, banheiros de trabalho… Já contei isso, né? Então, carrego na nécessaire tudo o que preciso pra um make básico dia a dia. Mas meio que só. Se quero algo mais elaborado aí não tem jeito, faço em casa e só retoco mesmo. Numerei a foto e vou contar em tópicos, pra ficar mais fácil.

1-    Lápis bege Duda Molinos e lápis preto Zero, Urban Decay. O bege é o de todos os dias, vocês sabem, usa na linha d’água pra ficar com o olho acordadinho, lembra? E o preto é só pra emergências: se tem uma baladinha depois do trabalho, passo ele como delineador, esfumo e vou (já preparei post sobre isso, rá, diligência é meu middle name);
2-    Primer Potion Urban Decay, pra segurar a sombra o dia todo!;
3-    Rímel transparente Vult, pra fixar a sobrancelha, e rímel Avon Supershock;
4-    Blush Fleur Power, M.A.C. (mas varia, cada hora é um! Depende do look do dia! Nécessaire tem que arrumar à noite, que nem bolsa de escola, sabe? hahaha)
5-    Paleta de 4 sombras M.A.C. – as que ficam aí também variam. A única que não sai é a Espresso, a marrom, que é usada pra preencher a sobrancelha. E sempre tem uma iluminadora também, que dessa vez é a Ricepaper;
6-    Pincéis (que ficam dentro desse negocinho de plástico pra não deformar!) – são só três: blush, 129SE da M.A.C., SS217, da Sigma (veio de brinde e é pequenininho, uso pra aplicar sombra e esfumar!) e chanfrado pra sobrancelha;
7-    Studio Fix, da M.A.C., a base mais prática do Brasil (a Fabi falou dela aqui);
8-   Blot Pressed Powder, M.A.C. É um pó matificante, que eu uso durante o dia quando a pele começa a brilhar; mesma função das folhinhas Clean &Clear (11);
9-    Corretivo Studio Sculpt (também pode ser o Studio Finish);
10-    Iluminador High Beam, miniaturinha, que só uso na verdade também se for rolar uma baladinha;
12-    Perfume roll-on Kiehl’s. Só uma frescurinha pro dia em que eu esquecer por acaso de passer perfume antes de sair de casa;
13-    Lixas Marco Boni, para emergência (são boas por causa dessa “caixinha”, que não deixa elas lixarem o resto das coisas da sua bolsa);
14-    Batons. Geralmente tem um mais colorido (nesse caso o Coral Polyp, M.A.C.) e um mais neutro, quase sempre o Hue, também M.A.C. – que vocês podem perceber pelo cotoquinho que ele está que é um dos meus preferidos

Esse é meu kit diário. Semana que vem, a Fabi vai postar a dela – e preparem-se, porque eu ainda não vi, mas aposto que é ainda maior! Hahahaha

E vocês, carregam o quê?

Demorou pra sair esse primeiro passo a passo aqui do blog, eu sei. Mas finalmente ele está aqui. Não faço ideia de quanto ele vai ser útil (oi, sinceridade demais? Hahahaha), e nem de se as fotos são ok pra entender o passo a passo. Por isso, please, deixem comentários e me digam, ok?

Antes de começar: eu usei várias sombras diferentes, de várias marcas diferentes também. Se você for tentar fazer, é só lembrar que pode usar isso como inspiração, e pegar tons que você tenha e sejam parecidos – ninguém precisa se preocupar porque “ah, não tenho essa Urban Decay ou M.A.C. que ela usou, então vou fazer a mesma maquiagem de sempre”. Nem vem com essa desculpa, passa na farmácia e compra uma sombra roxinha lá mesmo, por cinco reais, que serve super bem.

Ah! Outra coisa: se você não entender alguma coisa, vale a pena voltar no nosso minidicionário, né? Aqui!

Eu comecei já com primer (Urban Decay Primer Potion) na pálpebra – para a sombra durar mais e ficar mais intensa. Daí, o primeiro passo é pegar o pincel de sombra básico (usei o M.A.C. 239) e passar sombra prateada (Start Me Up, Sigma) clarinha no canto interno do olho (tipo no primeiro terço da pálpebra)

No segundo terço, meio do olho, você vai passar sombra rosa clara, com o mesmo pincel. Usei a sobra Grifter, da paleta Sustainable Shadow Box, da Urban Decay

Agora você troca o pincel. Estou usando o M.A.C. 226, que é fofo, de esfumar, mas tem a pontinha mais fina. Com ele, pega a sombra roxa (essa é da paleta Secrets Collection, do Boticário), e passa no terço exterior da pálpebra, puxando para o côncavo. Pode levar a cor até bem próximo ao canto interno, preenchendo digamos dois terços do côncavo (ok, vou parar de dividir seu olho em três, prometo, mas é que facilita, eu acho)

Agora, com o mesmo pincel, pego uma sombra roxa mais escura, com brilho (Beauty Marked, M.A.C.), para escurecer o “V” externo. Aqui, uma sombra preta funcionaria tão bem quanto!

A maquiagem ainda está bem marcada, né? Então você pega um pincel de esfumar mais gordinho (M.A.C. 224), e sombra iluminadora (Naked Lunch, M.A.C.). Ilumina o arco da sobrancelha e já aproveita pra esfumar tudo isso que você fez na pálpebra – vai fazendo movimentos de vai e vem, ou de bolinha, tanto faz, até quase não dar mais para perceber onde começa uma cor e termina outra

Pra finalizar, marquei a sobrancelha com sombra marrom (lembram?), passei muito rímel (DiorShow Iconic) e usei o lápis Binge, da Urban Decay (que é azul), na linha d’água. Na pele, base Teint Resist, Yves Saint-Laurent; corretivo Studio Sculpt, M.A.C.; blush rosa clarinho e iluminador da paleta Secrets Collection, O Boticário. O batom é o Colour Crafted, também da M.A.C.

Esse post começou para ser apenas uma amostra dos lápis coloridos da Urban Decay que eu tenho, os Urban Decay 24/7 Glide On Eyeliner. Eles são realmente lindos, e vêm em todas as cores. Infelizmente, só dá pra comprar lá fora; os meus, encomendei com a Dani Pinheiro e a Cherrie Cosmetics, ambas ótimas e eficientíssimas no pedido, pagamento, entrega etc.

O primeiro kit que comprei foi o Velvet Rope (5 lápis pequenos), que tem as cores mais “básicas”: branco, preto, verde-musgo, vinho e marrom. O Super Stash (9 lápis miniatura – mesmo), veio depois de ver a Christine, do Temptalia, usando a cor Eldorado em vários looks (e esse tom não existe pra comprar separado, tá) – além desse dourado lindo de morrer (oi, deixa me apresentar: eu sou a louca da maquiagem dourada, beijo), ganhei outras oito cores (duas repetidas do outro set, o Zero, preto mais preto do mundo, e o Stash, verde mais versátil do mundo. Eu sei, tô megalômana hoje, né, com esses “do mundo”. Mas é tudo verdade.). Olhem só como as cores ficam na pele, que coisa linda:

Com flash e sem flash, respectivamente

Da esquerda pra direita: Stash (duas vezes – verde musgo bem versátil), Corrupt (marrom com brilhos), Rockstar (vinho rosado, com brilho leve), Binge (azul), Ramson (roxo azulado), Graffiti (verde claro), Eldorado (dourado), Oil Slick (preto com brilhos prateados), Zero (preto), Yeyo (branco metálico), 1999 (rosa escuro metálico), Bourbon (marrom)

Bom, os swatches já mostram como eles são lindos e a gente podia parar de escrever. Mas não dá, porque daí aconteceu uma coisa muito impressionante: eu dormi com eles no braço. Essa não é a parte impressionante, né, é a parte preguiçosa. Mas olha como eles estavam quando eu acordei DEZ HORAS DEPOIS (e eu me mexo, viu, gente, com certeza esse braço esfregou na colcha e tals):

o_O Gente, que que eles colocam nesse lápis? Juro que depois ainda passei água em cima e esfreguei, e a cor nem se mexeu. Só com demaquilante. Bifásico. Da Lâncome. É esse o nível.

Ah, sim, é importante lembrar, caso alguém queira encomendar esses lindinhos – e depois nunca mais comprar lápis na vida, porque acabaram as cores do mundo, a não ser que você seja a louca do lápis tipo eu (outro dia venho mostrar toooodos aqui, vale a pena pra deixar a falta de noção registrada) – que eles vêm em tamanho mini. Eu acho até bom, pelo preço. Porque né. Quem que vai usar mais de um pouco de 10 lápis coloridíssimos na vida, gente. Mas agora que falei isso, não sei se ainda vende nessa forma, porque não achei nem no site da Urban Decay nem na Sephora. Mas achei na Amazon o primeiro. Enfim, ajuda, não trabalhamos.

(Por Laura F.)


Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 17 outros seguidores

Atualizações Twitter