Beleza exterior

Posts Tagged ‘preto

Aham, ninguém aguenta mais falar de Fashion Rio e semana de moda, né? Mas tá só começando, gente! Então eu demorei, mas finalmente consegui escolher meus favoritos. Não são muitos, são só os favoritos meeeesmo, aqueles looks de beleza que eu acho que funcionaram na passarela e que servem, também, como inspiração pra vida real. Querem ver?

Primeiro, começando pela Alessa. A marca é irreverente, e seguiu essa linha na beleza: provou que “olho tudo” pode ter “boca tudo” também. Né? Eu gosto, pelo menos pra desfile. A Filhas de Gaia usou o truque do lápis branco, em contraste com o delineado colorido embaixo, uma ideia bem fresh. E o coque é bem chique e lindo.

As modelos da Barbara Bella, uma grife mineira que estreou nessa temporada no Fashion Business, ficaram incríveis com muuuuito iluminador, por cima de um blush rosado (o Prism, da MAC, vi na Vogue!). Amo esse efeito pra passarela! E amo o olho pretíssimo borrado. E a Mara Mac fez a trança mais incrível que vi nesse ano: dividida em duas, com o cabelo meio “trespassado” em cima… Muito muito linda, tipo pra ficar uau e nunca conseguir fazer igual.

A Giulia Borges também fez um look bem fresco e novo: misturinha de cores inusitada (verde e roxo), que deu certíssimo e ficou linda! Mais colorido no Walter Rodrigues, que apostou no batom vermelho (não foi só ele não, teve um monte de desfiles!), acertadamente deixando o olho mais apagadinho – pode copiar direto pra vida real.

A Acquastudio apostou no gliiiitter, muito glitter, com aquele esfumado preto marcado no olho todo que a gente ama. E a Nica Kessler, pra terminar, entrou na minha lista de favoritos pelo uso de postiços em cima e embaixo, bem lindinho, e sombra prata/ouro-velho/grafite esfumadas.

E aí, qual é o favorito de vocês?

*Fotos: Reprodução

Primeiro, uma correção: esse era o esmalte que eu tava usando, pro Natal. Mas acontece que eu não fiz a unha ainda em 2011, então quis mostrar esse, que é um dos queridinhos da minha coleção.

Comprei faz mais ou menos um mês e meio, com a Andrea, da Fricotes e Detalhes. Ele é importado, e não vende no Brasil – logo, foi caro. A justificativa era que eu não tinha um esmalte com glitter de verdade pra chamar de meu e, bom, esse é tão lindo… (Dá pra ver melhor aqui do que na minha foto.)

Ele é basicamente glitter. Ou seja: você é perua? Com-pre. Você é discreta? Passe muito longe. Os brilhos são bem grandes, meio verdes, meio azuis, com base azul. Mas essa base azul dele não cobre nadica de nada. Daí que decidi passar, por baixo, como base, o Valquíria, da Hits (coleção Ti-ti-ti), que é um preto com microbrilhinhos azulados (que nem aparecem na unha). Uma camada do Valquíria e duas do Across The Universe deram aquilo ali em cima. E descascaram beeem rápido, na verdade, então a foto já tá meio uó, dá pra ver?

Pra tirar foi meio drama, porque o algodão gruda no glitter, em vez de remover. Mas nada que um pouco de paciência não resolva.

Eba, finalmente mais um tutorial pra vocês se divertirem quando quiserem um make de balada bem colorido. Porque com esse de hoje nem eu saio de dia, tá. Ele é bem chamativo, mas é maravilhoso.

Como sempre, eu usei várias sombras diferentes, de várias marcas diferentes também, mas você não precisa e nem deve se apegar a isso. Olha quais são os tons, vê na sua gavetinha ou passa na farmácia ou na perfumaria ou caça na internet e copia mesmo. Para os pincéis (os meus são M.A.C.) vale a mesmíssima coisa: adapte o que você tem aí (desde que não seja aquela esponjinha uó!).

E também sempre vale lembrar que se você não entender o que eu tô falando aqui no meio, a gente tem um dicionário maravilhoso (hahahahaha).

A estrela desse tutorial é o pigmento Teal, da M.A.C. Então, uma dica antes de mais nada: pigmentos e sombras soltas fazem sujeira. Então, você pode deixar pra fazer a pele depois ou colocar sempre um lencinho de papel abaixo do olho na hora de aplicar. Ou as duas coisas, hahahaha. Eu também já começo o make com primer (Urban Decay Primer Potion) na pálpebra – nesse caso, só para fixar melhor, porque a cor já é bem intensa. Vamos lá:

Começamos passando esse verde maravilhoso (pigmento Teal, da M.A.C.), com o pincel 252, de cerdas sintéticas, em toda a pálpebra móvel.

Depois, vamos usar o pincel 266, para passar a sombra Creep, um azul escuro com fundo grafite (?), da paleta Naked, da Urban Decay (vai ter post sobre ela, porque é maravilhosa!), no canto externo e côncavo. Nesse passo pode deixar marcado, não se preocupe com perfeição…

… Porque agora a gente vai pegar um pincel mais gordinho e fofinho (aqui, o 224), pra esfumar tuuuudo. Pode esfumar bastante, com vontade. Se achar que ficou sem cor, repete o passo anterior e esfuma de novo!

Hora do preto! Vamos usar um pincel tipo lápis (219) para passar sombra preta opaca (Carbon, M.A.C.) no “v” do canto externo, só pra dar uma profundidade bacana.

Pra iluminar, sombra um tom mais clara que sua pele (Virgin, Urban Decay), também opaca, no osso da sobrancelha e cantinho interno do olho (usei o pincel 275, mas só porque era o que estava limpo, pode usar qualquer um! Hahahaha)

Pra finalizar, curvex (Shu Uemura), lápis azul-marinho (Maybelline Liner Express) rente aos cílios inferiores e cantinho externo dos superiores e rímel (DiorShow Iconic). E pronto! (não reparem no borrãozinho de rímel no cantinho. Ops)

Make completa: a pele foi feita com base Teint Resist, Yves Saint-Laurent; pó Mineralize Skinfinish Natural, M.A.C., corretivo Studio Sculpt, M.A.C.,; blush Orgasm, Nars; iluminador Belightful, M.A.C. O batom é o Myth, da M.A.C.

E aí, meninas, gostaram? Será que dá pra se arriscar?


Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 17 outros seguidores

Atualizações Twitter