Beleza exterior

Posts Tagged ‘lápis bege

Esse post é sobre um tipo de assunto bem popular pelos blogs afora, que é: o que tem dentro da sua (no caso, minha) nécessaire. Eu particularmente acho divertido esse tipo de post porque primeiro, alimenta o voyeurismo inocente nosso de cada dia; segundo, os produtos podem servir como dica; e terceiro, de uma certa forma, o que a gente carrega reflete nossa personalidade, né? Se você é mais básica carrega menos produtos, se é mais baladeira, talvez tenha uma sombra preta ou um glitter, se é mais extrovertida, um batom forte, e por aí vai…

Então, vamos lá, ver o que eu carrego na minha necéssaire enorme (que fica dentro de uma bolsa mais enorme ainda!)

Antes de mais nada: essa nécessaire tchutchuca é La Reina Madre, a marca de bolsas mais maravilhosa do país. (momento propaganda on, mas me deixa, eu amo essas bolsas, gente, compro lá há anos e anos, vai lá, vai lá.)

Eu me maquio em carros, táxis, ônibus, metrôs, banheiros de trabalho… Já contei isso, né? Então, carrego na nécessaire tudo o que preciso pra um make básico dia a dia. Mas meio que só. Se quero algo mais elaborado aí não tem jeito, faço em casa e só retoco mesmo. Numerei a foto e vou contar em tópicos, pra ficar mais fácil.

1-    Lápis bege Duda Molinos e lápis preto Zero, Urban Decay. O bege é o de todos os dias, vocês sabem, usa na linha d’água pra ficar com o olho acordadinho, lembra? E o preto é só pra emergências: se tem uma baladinha depois do trabalho, passo ele como delineador, esfumo e vou (já preparei post sobre isso, rá, diligência é meu middle name);
2-    Primer Potion Urban Decay, pra segurar a sombra o dia todo!;
3-    Rímel transparente Vult, pra fixar a sobrancelha, e rímel Avon Supershock;
4-    Blush Fleur Power, M.A.C. (mas varia, cada hora é um! Depende do look do dia! Nécessaire tem que arrumar à noite, que nem bolsa de escola, sabe? hahaha)
5-    Paleta de 4 sombras M.A.C. – as que ficam aí também variam. A única que não sai é a Espresso, a marrom, que é usada pra preencher a sobrancelha. E sempre tem uma iluminadora também, que dessa vez é a Ricepaper;
6-    Pincéis (que ficam dentro desse negocinho de plástico pra não deformar!) – são só três: blush, 129SE da M.A.C., SS217, da Sigma (veio de brinde e é pequenininho, uso pra aplicar sombra e esfumar!) e chanfrado pra sobrancelha;
7-    Studio Fix, da M.A.C., a base mais prática do Brasil (a Fabi falou dela aqui);
8-   Blot Pressed Powder, M.A.C. É um pó matificante, que eu uso durante o dia quando a pele começa a brilhar; mesma função das folhinhas Clean &Clear (11);
9-    Corretivo Studio Sculpt (também pode ser o Studio Finish);
10-    Iluminador High Beam, miniaturinha, que só uso na verdade também se for rolar uma baladinha;
12-    Perfume roll-on Kiehl’s. Só uma frescurinha pro dia em que eu esquecer por acaso de passer perfume antes de sair de casa;
13-    Lixas Marco Boni, para emergência (são boas por causa dessa “caixinha”, que não deixa elas lixarem o resto das coisas da sua bolsa);
14-    Batons. Geralmente tem um mais colorido (nesse caso o Coral Polyp, M.A.C.) e um mais neutro, quase sempre o Hue, também M.A.C. – que vocês podem perceber pelo cotoquinho que ele está que é um dos meus preferidos

Esse é meu kit diário. Semana que vem, a Fabi vai postar a dela – e preparem-se, porque eu ainda não vi, mas aposto que é ainda maior! Hahahaha

E vocês, carregam o quê?

Lápis de olho é uma coisa teoricamente fácil de usar e que não tem muito segredo. Mas, sabendo alguns truques, ele pode ser um super coringa na sua maquiagem: dá pra delinear, esfumar, fazer base de sombra, mil coisas. E com um lápis bege dá pra fazer uma coisa mais legal ainda: deixar seu olho mais aberto e seu rosto mais “acordado”, sabe como?

É uma dica muito mega master legal porque mais simples não há: você pega um lápis bege e passa na linha d’água. Só isso. Não precisa nem passar por fora, rente aos cílios (nessa parte, e também na pálpebra superior, pode passar um colorido, que nem eu fiz na foto). Tcharã!*

Ignorem as olheiras, um dia saberei usar Photoshop e minha dignidade voltará

O meu é a lapiseira da Vult, quebra um super galho e não custa quase nada, nas farmácias de bairro mesmo tem (e nesse site que eu linkei, que é confiável e tem todos os produtos baratinhos que a gente tem preguiça de caçar por aí). Mês que vem, acho, chega na MAC uns bacanas, da coleção Pret-a-Papier (a Vivian  mostrou no blog dela, o Fabulous, ó) – quero testar porque acho que a durabilidade deve ser maior. E ah: dá pra fazer com lápis branco também. O efeito fica menos discreto, mas mais moderno.

(Por Laura F.)

*Gente, eu sei. Tcharã? Eu sou a tia velha da blogosfera, né.


Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 17 outros seguidores

Atualizações Twitter