Beleza exterior

Posts Tagged ‘Avon

Há algum tempo, a Avon mandou lá pra redação os rímeis mais bacanas deles, numa caixa super bonitinha e tals. Eles estavam lançando a máscara SuperExtend (então vocês veem que já faz uns dois meses, a pessoa adiantada, hahahaha), e logo pensei em fazer uma batalha comparando todas. Isso porque eu adoro as máscaras da Avon. Tipo, acho que é o melhor produto que eles fabricam, sabe. E daí queria saber se essas novas eram tão boas quanto as que eu já tenho.

Bom, então, depois de muito tempo, coloquei em prática, e nessa semana usei uma delas por dia, pra ver se cada uma cumpria o prometido e, no fim, qual é a mais bacana. E já tirei minhas conclusões. Quer ver?

Avon SuperExtend
Promessa: Um suuuuper alongamento de até 55% (como medir, néam?), com efeito cílios postiços e fibras especiais que promovem um efeito natural. É a prova d’água.

Realidade: Hmmm. Olha. Vou falar a verdade. Apesar de ser o lançamento, e ter essa coisa das fibras especiais (Q), não achei nada de cílios postiços aí. De todas, acho inclusive a mais “dia a dia”. Isso porque, de fato, é muito mais de alongamento do que de volume, então acho que acaba chamando menos atenção, especialmente se você já tem cílios mais longuinhos, como os meus. A textura dela é bem líquida, a mais líquida das três – tanto é que borrou na hora de aplicar. De qualquer forma, por ser à prova d’água, aguentou mais do que dignamente um dia de sol subsaariano, e mesmo assim não foi horrível de tirar.

Preço: 22,00

Avon SuperCurlacious

Promessa: O negócio aqui é dar uma suuuuper curvatura aos cílios, e mantê-la por tipo 12 horas. Ela também é à prova d’água.

Realidade: Essa foi a máscara lançada logo antes da Extend, e tem aquele aplicador curvadinho bem legal, sabe? Eu usei sem curvex e… Bom, não é que meus cílios não ficaram curvados. Mas não ficaram 100% MAIS curvados, como promete a Avon, sabe? E não segurou essa curvatura o dia inteiro, não. De qualquer forma, ela é só um tiquinho mais grossa na fórmula que a Extend, e também segura dignissimamente durante todo o dia, e também não é chata pra tirar. Ela já é mais legal (pra mim, que sou uma drag queen disfarçada), porque dá um tiquinho mais de volume.

Preço: R$19,00

Avon SuperShock

Promessa: Volume inteeeenso e imediato, fórmula com microfibras que se expandem (Q2)

Realidade: Olha, eu me sinto até meio mal, porque já imaginava como ia ser o fim dessa batalha, confesso. hahahahaha. Eu realmente AMO a SuperShock. É uma das minhas máscaras preferidas e olha que eu tenho umas 300. Então, claro que né. Eu fui lá, e comparei. Mas gente. A coisa do volume intenso é uma realidade real mesmo. Podem ver nas fotos como ela é a mais dramática das três. E, apesar de ser uma máscara de volume, ela alonga meus cílios mais que as outras! Como lidar, Avon? E ah, é a fórmula mais grossa de todas as três, não borra nada, apesar de não ser à prova d’água. Quer dizer. Amor em forma de tubinho.

Preço: R$19,00

Conclusão

Vejam bem, as três são boas máscaras, depende muito do seu estilo. Para as discretas, recomendo a SuperExtend. Ela é digna, só não é meu estilo. Mas vou usar, sim, talvez combinada com outras mais grossas (só cuidado pra não borrar na aplicação). A SuperShock pode comprar mesmo. O pincel grossão assusta (né, gente), mas gente, é só colocar no olho e passar uma camada e pá, linda, vai embora. Eu pularia a CurlAcious, porque acho um meio-termo meio sem graça, não faz muuuuito bem nem uma coisa nem outra, sabe?

Esse post é sobre um tipo de assunto bem popular pelos blogs afora, que é: o que tem dentro da sua (no caso, minha) nécessaire. Eu particularmente acho divertido esse tipo de post porque primeiro, alimenta o voyeurismo inocente nosso de cada dia; segundo, os produtos podem servir como dica; e terceiro, de uma certa forma, o que a gente carrega reflete nossa personalidade, né? Se você é mais básica carrega menos produtos, se é mais baladeira, talvez tenha uma sombra preta ou um glitter, se é mais extrovertida, um batom forte, e por aí vai…

Então, vamos lá, ver o que eu carrego na minha necéssaire enorme (que fica dentro de uma bolsa mais enorme ainda!)

Antes de mais nada: essa nécessaire tchutchuca é La Reina Madre, a marca de bolsas mais maravilhosa do país. (momento propaganda on, mas me deixa, eu amo essas bolsas, gente, compro lá há anos e anos, vai lá, vai lá.)

Eu me maquio em carros, táxis, ônibus, metrôs, banheiros de trabalho… Já contei isso, né? Então, carrego na nécessaire tudo o que preciso pra um make básico dia a dia. Mas meio que só. Se quero algo mais elaborado aí não tem jeito, faço em casa e só retoco mesmo. Numerei a foto e vou contar em tópicos, pra ficar mais fácil.

1-    Lápis bege Duda Molinos e lápis preto Zero, Urban Decay. O bege é o de todos os dias, vocês sabem, usa na linha d’água pra ficar com o olho acordadinho, lembra? E o preto é só pra emergências: se tem uma baladinha depois do trabalho, passo ele como delineador, esfumo e vou (já preparei post sobre isso, rá, diligência é meu middle name);
2-    Primer Potion Urban Decay, pra segurar a sombra o dia todo!;
3-    Rímel transparente Vult, pra fixar a sobrancelha, e rímel Avon Supershock;
4-    Blush Fleur Power, M.A.C. (mas varia, cada hora é um! Depende do look do dia! Nécessaire tem que arrumar à noite, que nem bolsa de escola, sabe? hahaha)
5-    Paleta de 4 sombras M.A.C. – as que ficam aí também variam. A única que não sai é a Espresso, a marrom, que é usada pra preencher a sobrancelha. E sempre tem uma iluminadora também, que dessa vez é a Ricepaper;
6-    Pincéis (que ficam dentro desse negocinho de plástico pra não deformar!) – são só três: blush, 129SE da M.A.C., SS217, da Sigma (veio de brinde e é pequenininho, uso pra aplicar sombra e esfumar!) e chanfrado pra sobrancelha;
7-    Studio Fix, da M.A.C., a base mais prática do Brasil (a Fabi falou dela aqui);
8-   Blot Pressed Powder, M.A.C. É um pó matificante, que eu uso durante o dia quando a pele começa a brilhar; mesma função das folhinhas Clean &Clear (11);
9-    Corretivo Studio Sculpt (também pode ser o Studio Finish);
10-    Iluminador High Beam, miniaturinha, que só uso na verdade também se for rolar uma baladinha;
12-    Perfume roll-on Kiehl’s. Só uma frescurinha pro dia em que eu esquecer por acaso de passer perfume antes de sair de casa;
13-    Lixas Marco Boni, para emergência (são boas por causa dessa “caixinha”, que não deixa elas lixarem o resto das coisas da sua bolsa);
14-    Batons. Geralmente tem um mais colorido (nesse caso o Coral Polyp, M.A.C.) e um mais neutro, quase sempre o Hue, também M.A.C. – que vocês podem perceber pelo cotoquinho que ele está que é um dos meus preferidos

Esse é meu kit diário. Semana que vem, a Fabi vai postar a dela – e preparem-se, porque eu ainda não vi, mas aposto que é ainda maior! Hahahaha

E vocês, carregam o quê?

Esse post vai ser bem rapidex, só pra mostrar pra vocês que é possível ser feliz usando maquiagem colorida e divertida durante o dia, para trabalhar mesmo! Isso aí, pessoal, sem medo de ousar.

E a cor da vez nos olhos é o amarelo, né? Então, aproveitei que eu tinha uma sombra da M.A.C, coleção Style Warriors (limitada, do ano passado), que quase nunca uso e pensei: vou me jogar. E me joguei. E olha o que aconteceu:

(A bem da verdade, essa foto foi tirada in the evening, quando eu cheguei em casa e retoquei o make. Porque de manhã eu tava sem a máquina. fuén fuén fuén.)

Bom, a foto é realmente só pra provar que é, sim, possível ser feliz e até, pasmem, discreta (bom, discreta nos meus parâmetros, okay), mesmo usando cor. O que eu fiz: usei a Bright Future* em toda a pálpebra, e depois, no cantinho externo e côncavo, fui com a Espresso, também da M.A.C (a mesma que passo na sobrancelha), esfumando. Tudo com o mesmo pincel gordinho, da Sigma, porque afinal, eu me maquio no táxi e só levo ele e mais um de blush na nécessaire.

Ah, pra iluminar usei a Rice Paper, mais clarinha, com o dedinho mesmo, na base da sobrancelha e cantinho interno. Na linha d’água, lápis bege Duda Molinos. O rímel é o Supershock da Avon, pelo qual me reapaixonei nos últimos dias.

Combo do make. Fácil, né? (A Espresso e a Rice Paper são as da esquerda na paleta!)

Combo do make. Fácil, né? (A Espresso e a Rice Paper são as da esquerda na paleta!)

Daí, o resto da maquiagem pode ser bem levinha. Eu usei blush em creme Vult (cor 03, um coral lindinho), base Studio Fix e batom Hug Me, ambos M.A.C. Só. Fácil, vai?

Ah: pra mais inspirações de como usar amarelo, tem essa galeria que eu fiz cheia de amor há algumas semanas.

E aí, deu pra perder o medo?

*Ah, sim: essa sombra não é a melhor e mais pigmentada do mundo, não. Pretendo logo logo adquirir a Bee, do Duda Molinos, que a Tania do Vanity Queens mostrou aqui.

 

Se você está em São Paulo ou no Rio de Janeiro, aposto que acordou pensando duas coisas: cadê meu guarda-chuva e o que fazer com meu cabelo debaixo dessa água? Usar chapinha e secador é pedir pra sofrer, né. Na minha opinião, o ideal é mesmo deixar o cabelo au naturel. Maaaasss, como o mundo é chato assim mesmo (hahaha), hoje eu tinha um super compromisso profissional e precisei deixá-lo mais arrumadinho.

E até que deu certo, viu. Usei uma espécie de fixador em creme antes de secar, e ele segurou bem durante o dia. (Tem foto no fim do post.) Então, vim mostrar meus produtos favoritos pra esses dias maisoumenos da vida.


1. Fluido Extra-hidratante para pontas, da Avon Advance Techniques (R$16). Como ele é um sérum, mais oleoso, pode ser usado antes ou depois da escova, e dá um brilhinho.

2. Sérum 5 Essential Oils, da L’Occitane
(R$83). Mais hidratante e menos oleoso que os outros, é meu favorito como leave-in do dia a dia (uso também shampoo, condicionador e máscara dessa linha – e é tudo mega cheiroso!).

3. Frizz-Ease Straight Fixation Smoothing Cream
, do John Frieda (R$47). O escolhido para hoje, é ótimo para usar antes de secar. É um creme, então você coloca um pouco na palma da mão e esfrega nos fios, passando os dedos. Segura beeeem o frizz e deixa o cabelo mais liso e brilhante. Amo!

4. Fluido Reparador Protetor, Ox Super Tratamento
(R$20,46). É um pouco mais líquido que o da Avon, mas uso basicamente da mesma forma: antes ou depois de uma escovona.

5. Sérum Aperfeiçoador de Brilho Liss Ultime
, da L’Oreal (R$75). Um dos meus preferidos para dar brilho e tirar o frizz (tanto que está no finzinho!). Uso mais no cabelo seco, porque ele é lisinho.

E, se nada disso der certo, você pode fazer o contrário: enrolar o cabelo de propósito! É meu penteado favorito e o mais fácil do mundo: você passa um produto ativador (eu aaaaamo esse Full Blown Blonde, da linha Sheer Blonde, do John Frieda também) e amassa, literalmente, os fios, de baixo pra cima. Olha o antes e o depois:

Ondulado natural do fim do dia... E depois, cabelos amassadinhos

Ondulado natural do fim do dia… E depois, cabelos amassadinhos

* Mentira, gente. Eu sei bem que, se você está no Rio, não deu nem tempo de pensar na escova, né. =S
** Os links levam para lojas que vendem os produtos, com mais detalhes; mas vale lembrar que elas não foram testadas!

(Por Laura F.)


Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 17 outros seguidores

Atualizações Twitter