Beleza exterior

Resenha: sombras Duda Molinos

Posted on: setembro 13, 2010

Eu e a Fabi adquirimos umas coisinhas da nova linha de maquiagem do Duda Molinos e, um dia desses, decidimos nos reunir para o primeiro post-teste coletivo (hahahaha, inventei uma categoria, achei que soou profissional, tá) deste blog. Então, a gente foi na casa dela, espalhou um monte de potinhos pela sala toda, ficou passando as cores no braço e no olho e ainda alugou o marido dela pra tirar um milhão de fotos. Mulheres adoráveis. E agora, aqui está o resultado. (Senta aí, que o post é longo, mas é legal.)

O Duda Molinos, um dos maquiadores mais amados do Brasil, reformulou a sua linha de maquiagem este ano. Eu já tinha duas cores das sombras antigas, que adorava, e comprei três novas. A Fabi também tem três novas. Junta, nossa coleção ficou assim, ó:

Da esquerda para a direita, as cores: Pumpink, Atlântida, ET, Cor 12 (coleção antiga), Brow Stone, Aubergine, Super Nova, Cor 09 (coleção antiga)

(Gente, foi muito difícil captar as cores, e olha que o Giu trabalhou, beijo! Mas estão bem fiéis, viu.) As dela são as três primeiras, as mais coloridas da coleção. O curioso é que uma das cores novas, a ET é praticamente idêntica à antiga cor 12. A diferença é que a nova é muuuuito mais pigmentada, gente. Foi uma prova de que a fórmula, de fato, melhorou muito. A gente fez o teste de swatches, olha só:

Todas as cores são muito pigmentadas e fáceis de passar. Elas tendem a soltar bastante pó quando você passa, então é bom passar de pouquinho em pouquinho, mas são fáceis de esfumar. E há cores muito lindas, únicas e coringas – a Aubergine, que é vinho, eu uso quase todos os dias, juro. Vou fazer um vídeo com ela, porque é um ótimo exemplo de como usando uma cor só dá pra criar um olho bem legal e quase dramático.

A Super Nova é um berinjela cheio de brilho que fica sensacional em looks para a balada. As cores coloridas podem parecer difíceis de usar, num primeiro momento, mas nós criamos dois looks com elas (foi rápido, tá, uma coisa meio no improviso, não julguem), pra mostrar que dá, sim, pra usar no dia a dia (ok, pra mim, que sou meio over, mas o resto dos seres humanos podem usar à noite ou no fim de semana, por exemplo). Olha só:

No meu olho (em cima), usamos a Pumpink no canto interno e cílios inferiores, com a Woodwinked, da M.A.C. (um tom de cobre) na pálpebra e a Brow Stone no côncavo. No da Fabi (abaixo), uma combinação inspirada nesse tutorial da Marina: Atlântida e Fig, da M.A.C. (roxinho), esfumadas juntas. Amei e achei que combinou muito com o tom de pele dela.

Dá pra comprar na Liberdade (eu comprei as minhas na Audrey) ou, pra quem quiser ser mais prática, na Loosho.com. O preço é em média 30 reais (mas eu achei numa farmácia na Riviera, aonde vou em alguns fins de semana, por tipo 20!). É mais caro que sombras baratas, mas mais barato que sombras caras. E a qualidade é bem alta, viu. Sem contar a embalagem, muito chique (bem mais do que a antiga, que era mais pobrinhazinha).

Ainda nessa semana, volto com um post sobre os batons, tá? Porque esse já tá meio enorme.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 17 outros seguidores

Atualizações Twitter

%d blogueiros gostam disto: